quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Hoje tem Maria Gadú e Caetano Veloso em Recife

Maria Gadú e Caetano Veloso fecham a turnê Duo, no Recife
“Sei que a mãe dela cantava músicas minhas para ela ouvir, músicas compostas antes mesmo dela nascer, e hoje estamos aqui cantando juntos. Eu adoro, porque é o sonho de todo homem de 68 anos estar ao lado de uma garota de 23”. A declaração é de Caetano Veloso. A garota de 23 anos é a paulistana Maria Gadú, para quem dividir o palco com Caetano Veloso “É um sonho para toda garota de 23 anos” .

O artista baiano lançou em 67 o primeiro LP, Domingo, dividido com Gal Costa. No ano seguinte, estreou com o primeiro álbum solo, Caetano Veloso, e participou do LP coletivo Tropicália ou panis et circensis, com Gilberto Gil, Gal Costa e Tom Zé. A cantora lançou o primeiro álbum, Maria Gadú, produzido por Rodrigo Vidal, ano passado. A dupla termina nesta quinta-feira, no Teatro Guararapes, a miniturnê Duo, que passou por Salvador, Belo Horizonte, e Rio de Janeiro.

Esta turnê dos “sonhos” é uma oportunidade rara de ver juntos dois importantes representantes de duas gerações da MPB. Um artista consagrado, entrando na quinta década de carreira, e uma cantora que gravou o primeiro disco no ano passado, conseguiu driblar obstáculos e se tornar nome nacional em sua estreia.

É certo que ela tem o apoio da poderosa TV Globo, já que grava para o selo Slap, que vem apostando em novos talentos. A cantora teve uma das faixas do seu CD, Shimbalaiê, incluída na trilha sonora da novela Viver a vida. Outras músicas do álbum também entraram em trilhas e novelas globais: Linda rosa, A história de Lilly Braun, Ne me quitte pas e Rapte-me, camaleoa (de Caetano Veloso), o que lhe garantiu suficiente exposição, para vender 130 mil cópias do disco. Naturalmente, ela não chegaria a isso apenas por sua ligação com o Sistema Globo. Maria Gadú teve um dos lançamentos mais elogiados de 2009.

Não apenas elogiado, mas premiado. Ela ganhou o cobiçado prêmio de Artista Revelação, concedido pela APCA (Associação de Críticos de Arte de São Paulo), Prêmio de Cultura de Melhor CD de 2009 (Governo do Estado do Rio de Janeiro), e Prêmio Multishow 2010 de Melhor Álbum. O show, patrocinado pela Nextel, surgiu com a participação da dupla na inauguração da TV Viva e no Prêmio Multishow. Duo é também a celebração de uma nova amizade, na base de banquinhos e violões, Caetano e Maria cantam solo e em dueto.

Entre as canções no repertório: Odara, Vaca profana, Shimbalaiê. “Tivemos que selecionar algumas músicas entre as tantas que queríamos cantar. E reduzimos para chegar a um número ideal de canções. No show cantaremos juntos Adoniran Barbosa (Trem das onze), Vai levando – que é do Chico e minha. Cantaremos canções minhas e dela também”, adianta Caetano. É um show com repertório sujeito a alteração de rota, portanto não será surpresa se forem incluídas canções de John Lennon, cujo aniversário de 30 anos de morte, aconteceu ontem; de Noel Rosa, cujo centenário é comemorado sábado ou, ainda, de Luiz Gonzaga, que completaria 98 anos segunda-feira.

Show Duo, com Caetano Veloso e Maria Gadú, no Teatro Guararapes, Complexo de Salgadinho, s/n, Olinda, quinta, às 21h. Ingressos: R$ 120 e R$ 60. Outras informações: 3427-8157 / 3427-8158

Fonte: UOL

Um comentário:

  1. gadu sonho em te conhecer mas é apenas sonho... fico triste... mas adoooro vc te desejo toda sorte que seus caminhos esteja cada dia mais reluzentes e abertos beijos silvia marques

    ResponderExcluir