quarta-feira, 18 de maio de 2011

'Acho que rolou um Rivotril espiritual na minha vida', diz Maria Gadú

Foto: Felipe Panfili - Roberto Filho - Francisco Si


Maria Gadú pode até ser uma mulher calma atualmente, mas a cantora já foi uma 'pestinha'. Durante o evento da ONG Childhood Brasil, que luta há 12 anos contra a exploração e abuso sexual infantil, que aconteceu na noite de terça-feira, 17, no Theatro Municipal, no Centro do Rio, Gadú relembrou sua infância.

"Minha infância foi ótima, só tenho lembrança boa. Minha mãe me deu muita liberdade e nunca tive problemas na escola. Eu era uma peste, muito levada. Acho que rolou um Rivotril espiritual depois na minha vida. Porque eu realmente dei muito trabalho quando criança.Sou cheia de cicatrizes", divertiu-se.

Acostumada a usar calças e blusões, Maria Gadú arrasou com uma regata de paetês dourados para realizar sua apresentação no evento. "Paetê é bonito, tranquilo de usar, mas dá uma pinicada. Minha dificuldade é mesmo com salto alto e vestido. Sou muito caipira para usar vestido, acho estranho", completou. 

Fonte: TeContei

Nenhum comentário:

Postar um comentário