quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Além de Michel Teló, Maria Gadú, o grupo Kaoma e Luka fizeram sucesso no exterior

"Delícia, delícia. Assim você me mata. Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego." Com esse refrão, o sertanejo Michel Teló conquistou o mundo. A música já era sucesso no Brasil, mas bastou o jogador Cristiano Ronaldo fazer a coreografia para comemorar um gol que a letra pegajosa se espalhou por outros países e virou um grande hit. O vídeo de Ai, se eu te pego no Youtube já tem quase 115 milhões de visualizações.

Mas ele não foi o primeiro brasileiro a ficar famoso com uma música no exterior. Quem não lembra da lambada Chorando se foi, do grupo Kaoma, que fez sucesso no início dos anos 90 no mundo ineiro? Mais recentemente os estrangeiros também descobriram o Rap das Armas, da trilha de Tropa de Elite, e Chora, Me Liga, de João Bosco e Vinícius.

E não são só os ritmos mais populares que agradam aos estrangeiros. O Brasil também faz sucesso no exterior com o rock da banda Cansei de Ser Sexy. E é sempre bom lembrar da nossa música de maior sucesso entre os gringos: Garota de Ipanema. Prova de que o Brasil, além de modelos e jogadores de futebol, também produz músicas que rodam o mundo.

O sertanejo Michel Teló foi apontado pela revista 'Forbes' como um fenômeno da música brasileira no exterior após o sucesso de vendas na Espanha, em Portugal e na Itália, onde alcançou a liderança entre os downloads pagos, e também na Suíça, em Luxemburgo e na Holanda. O hit 'Ai, se Eu te Pego' passou de 114 milhões de visualizações no Youtube.

A música 'Chora, me liga', da dupla sertaneja João Bosco e Vinícius, faz sucesso em toda a América Latina. Traduzida para o espanhol com o título 'Llora, me llama', a canção pode ser ouvida na voz de dezenas de bandas estrangeiras. Na Argentina, virou grito de guerra de times como o Newell's Old Boys e o River Plate.

A música 'Shimbalaiê', de Maria Gadú, fez tanto sucesso no verão italiano que foi escolhida como uma das canções a serem interpretadas pelos finalistas da versão italiana do 'X-Factor'.

O 'Rap das Armas' foi composto em 1995 pela dupla MC Júnior e Leonardo. Uma versão da dupla Cidinho e Doca (foto) virou hit internacional em 2008, após ser incluída no filme 'Tropa de Elite'. Um remix holandês alcançou o primeiro lugar na Holanda e na Suécia. Além disso, foi uma das músicas mais executadas durante a Copa do Mundo da África do Sul, em 2010.

A lambada 'Chorando se foi', do grupo Kaoma, foi lançada em 1989 e fez grande sucesso no mundo inteiro. Tanto que, 22 anos depois, Jennifer Lopez resolveu fazer uma versão dance da música. Batizada de 'On the Floor', a faixa conta com a participação do rapper PitBull e tem aquele refrão inconfundível que certamente você conhece (na foto, Loalwa Braz, vocalista do Kaoma).

Composta por Jorge Benjor, 'Mas que nada' se transformou em um sucesso no Estados Unidos em 1966, quando foi gravada por Sérgio Mendes. Recentemente a música foi remixada e gravada pelo Black Eyed Peas junto com o músico.

Os argentinos adoram um axé. E 'Dança do Vampiro', do Asa de Águia, é uma das músicas preferidas dos hermanos. A canção anima desde competições esportivas até festas de casamento.

A música 'Tô nem aí' levou a desconhecida Luka às paradas de sucesso da Alemanha e da Itália em 2004. Mas, tão rápido como surgiu nas listas de mais tocadas, a cantora gaúcha desapareceu.

O grupo paulistano Cansei de ser Sexy é uma das bandas brasileiras de maior repercussão internacional. Em 2006, o single 'Alala' alcançou a posição 89 nas paradas do Reino Unido e 51 na Irlanda. Depois, foi incluído na trilha sonora do jogo 'Forza Motorsport 2' para o Xbox 360.

E, em uma lista de músicas brasileiras tocadas no exterior, não se pode deixar de citar 'Garota de Ipanema', de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, certamente a música brasileira mais conhecida no exterior. Recentemente, Amy Winehouse fez uma versão para a canção, que está no seu álbum póstumo, lançado meses depois de sua morte

Nenhum comentário:

Postar um comentário