terça-feira, 22 de maio de 2012

Entrevista: Maria Gadú em Lisboa e no Porto

Foto: Marcos Hermes
A poucos dias dos espectáculos nos Coliseus (a 24 em Lisboa e a 26 no Porto), o Destak falou com a artista brasileira sobre os concertos e sobre o segundo trabalho de originais "Mais Uma Página". Sendo uma das colaborações do novo álbum de Gadú com o tema "A Valsa", o fadista Marco Rodrigues faz uma participação especial e garante ainda a primeira parte.

Depois de se apresentar ao vivo em Portugal com Caetano Veloso, regressa com Marco Rodrigues. Como se sente a actuar ao lado de nomes e sonoridades tão diferentes?
Sinto-me normal. Acho incrível essa possibilidade que a música dá para a gente de passear em muitos ambientes diferentes. Ainda bem que existem muitas formas de se fazer música, ritmos e harmonias.

Como é para si unir o fado à Música Popular Brasileira (MPB)? 
Quase um resgate. Acho que apesar do brasileiro não ter conhecimento do fado (ainda), temos muita influência e coisas que habitam nos mesmos ciclos...como samba-canção, por exemplo. Não gosto de separar a MPB de nada porque ao pé da letra, a música popular brasileira pode ser tudo não é?!

O que reservou para o público português nestes dois espectáculos? 
O repertório do disco novo e algumas releituras.

O seu novo disco é uma continuação do trabalho anterior presente no disco de estreia, ou está cheio de novidades? 
 Tudo é continuação de alguma coisa, com novidade. Até um passo. Você dá outro passo continuando aquele que se fez, mas uma pisada nunca é igual à outra.

Quais as colaborações e parcerias, que destaca deste novo álbum? Tenho alguns parceiros de composição como Maycon Ananias, Ana Carolina, Chiara Civello e Jesse Harris. Cantaram no disco liiiindamente Marco Rodrigues e Lenine.

Com o sucesso que tem vindo a ter, já se sente uma espécie de embaixadora cultural da música brasileira? 
Nunca! Hahahahahahahahhaha, não acredito em méritos. Faço tudo por amor. E tudo é uma grande colaboração. Sem títulos.

Quais os novos projectos que tem em mãos? 
O disco novo.

--- Tome nota

Coliseu dos Recreios, em Lisboa 24 Maio
Preço 25 a 60 euros

Coliseu do Porto 26 Maio
Preço 20 a 55 euros

Fonte: Destak.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário